26/01/2018

Incompetência administrativa traz prejuízo para população

 

 

     Não é de hoje que o Sintect/AL vem denunciando a falta de funcionários nos Correios, a calamidade da sobrecarga de trabalho e a incompetência da gestão em algumas atitudes tomadas.

     O que tem acontecido é que muitos carteiros em várias cidades do interior vem tirando as suas merecidas férias e a empresa não está colocando ninguém para que possa se fazer a devida entrega de correspondências/encomendas a população.

     Um dos casos atuais aconteceu na Barra de Santo Antônio, em que o carteiro passou 20 dias de férias e não colocaram ninguém em seu lugar. O carteiro estará retornando na próxima segunda e, claro, vai encontrar um verdadeiro caos de cartas e encomendas acumuladas.

     E a gestão, além de terem deixado a população desastissida durante esse período, tiveram a "brilhante idéia" de retirar um carteiro do CDD/Barro Duro (que já sofre com a falta de mais de 10 carteiros) e emprestar para a cidade, afim de que se resolva a situação juntamente com o carteiro titular.

     Como dissemos, essa situação está ocorrendo em várias cidades de Alagoas, do Agreste ao Sertão, da Zona da Mata ao Litoral, é muita incompetência administrativa. E essa falta de carteiros acaba sobrecarregando os companheiros Atendentes que, como se não bastasse todo o serviço que têm a fazer, tem que ficar ouvindo reclamações da população que não recebe suas cartas em dia.

     Mas cadê os carteiros que "estão sobrando" , como diziam alguns gestores e propagada por outros? Lamentável o descaso da Superintendência Regional e da direção nacional dos Correios, que só sabem cobrar metas impossíveis aos trabalhadores, mas não resolvem antes os verdadeiros problemas dos Correios.

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas