12/04/2018

ECT perde na Justiça e terá de devolver vale-alimentação descontado dos trabalhadores

 

 

Nem tudo está perdido, os vales-alimentação descontados abusivamente pela ECT em razão da greve de 2017 terão de ser devolvidos aos trabalhadores num prazo de 48 horas após notificação da decisão judicial.


A decisão foi tomada pela juíza da 2ª Vara do Trabalho de Maceió, Verônica Guedes de Andrade, que por antecipação de tutela, determinou à ECT que:


1) Se abstenha de proceder descontos no vale refeição dos seus empregados, no prazo de 48 horas, sob pena de multa diária no importe de R$ 100,00 (cem reais), por trabalhador, até o limite de R$ 50.000,00;


2) Devolva os valores descontados, até o momento, a título de vale refeição dos empregados, devendo comprovar em juízo no prazo de 10 dias, sob pena de multa diária no importe de R$ 100,00 (cem reais), por trabalhador, até o limite de R$ 50.000,00.

 

O Sintect-AL mais uma vez, em nome de toda a categoria, parabeniza a luta e a força dos bravos guerreiros e guerreiras reafirmando que somente pela unidade, coordenada por seu sindicato representativo, é possível se contrapor as arbitrariedades praticadas por diversas gestões equivocadas dos Correios. Ao tempo em que reconhece e agradece o esforço e a competência de sua assessoria jurídica por mais essa brilhante e motivadora vitória.

 

Confira no arquivo abaixo a decisão judicial que determina a devolução dos tickets alimentação:

ARQUIVOS ANEXOS:
Fonte:

Comentários

  • 13/04/2018 14:35:06 João e Maria

    Na luta firme e forte com o SINTECT-AL. A luta não pode parar!

  • 13/04/2018 20:00:24 Scala SP

    Parabéns!
    Pelo Excelente trabalhos
    Diretoria e Srs Advogados

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas