10/08/2018

Superintendente regional e gerente de Operações descumprem norma da ECT

Dezenas de encomendas armazenadas em caixas para serem entregues pelo CDD Reginaldo  

 

 

O superintendente regional dos Correios em Alagoas, Edmilson Bezerra e o gerente de Operações, Francisco Júnior estão dando mau exemplo administrativo a partir do momento em que determinaram que as encomendas destinadas ao Centro de Entrega de Encomendas de Maceió (CEE) fossem redistribuídas para serem entregues pelos Centros de Distribuição Domiciliárias.


A medida está totalmente em desacordo com o Manual de Distribuição e Coleta da ECT, pois este estabelece que a distribuição de encomendas será realizada pelo Centro de Entrega de Encomendas, onde houver; e pelos CDD’s e Agências com distribuição, na localidade em que não houver CEE. Ou seja, a determinação não cabe para o município de Maceió já que este tem um Centro de Distribuição de Encomendas dentro do Centro de Logística, localizado no Distrito Industrial.


Esta afronta às normas internas da empresa está preocupando carteiros e demais funcionários dos CDD’s devido a vulnerabilidade destes setores de trabalho. Para quem não lembra, os Centros de Distribuição de Maceió deixaram de ter serviço de vigilância patrimonial e passaram a ficar totalmente desprovidos de qualquer segurança e a mercê dos bandidos a qualquer hora do dia.


O ato perigoso de se mandar para os CDD’s as encomendas que deveriam ser entregues pelo CEE Maceió expõe ao risco de assalto o trabalhador, as instalações da empresa e as encomendas dos clientes. Caso fatos dessa natureza se confirmem e o trabalhador venha a sofrer danos materiais, físicos ou morais, a responsabilidade será do superintendente regional e de seu gerente de Operações.


O Sintect-AL está preparando denúncia para ser encaminhada ao Ministério Público do Trabalho a fim de que este tome providências e garanta a segurança da categoria. Quanto aos dois gestores (mau-assessorados, diga-se de passagem), que autoridade administrativa e moral têm para exigir dos ecetistas o cumprimento das normas quando eles são os primeiros a descumpri-las?

 

Afinal, cumprir as regras é obrigação e primordial para uma administração ser respeitada em Alagoas. Caso contrário, tudo estará perdido.

 

 

.

ARQUIVOS ANEXOS:
Fonte:

Comentários

  • 13/08/2018 09:05:21 carteiro

    Falta de compromisso é uma marca dessa superintendência.

  • 15/08/2018 11:19:13 João e Maria

    São gestores sem compromisso sério com a empresa, incompetentes com as funções e, indicados por políticos corruptos.

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas