21/08/2018

Falta de cartão de ponto indica fundo do poço para Superintendência dos Correios em Alagoas

 Documentos são improvisados com papel A4 nos Correios 

 

 

 

Que as coisas andam faltando na Superintendência Regional dos Correios em Alagoas, isso todo mundo já sabe. Mas, talvez você não saiba que, apesar de nenhuma vontade para trabalhar, a gestão da empresa chegou ao cúmulo de permitir que se falte até cartão de ponto para os trabalhadores.


Em meio ao caos, aquele velho discurso de que os Correios passam por um momento difícil não pode e não deve servir de argumento para se jogar a toalha e desistir de resolver os problemas da estatal. A ausência desse tipo de documento é inexplicável e, mais uma vez, põe em xeque uma administração local que se arrasta em meio aos equívocos e descaso com a coisa pública no serviço postal.


A atual gestão sobrevive graças ao apadrinhamento político de um parlamentar federal alheio aos problemas dos Correios e que mantém o superintendente regional porque vive confundindo amizade com gestão pública, interesses pessoais e, quiçá, até eleitorais com a capacidade de se oferecer o justo serviço postal ao povo alagoano.


O velho ditado já dizia: “amigos, amigos, negócios à parte”. Pena que ele não vale para os Correios de Alagoas onde administração séria e responsável jamais deveria ser confundida com traquinagens e jogo de bola nos tempos de infância.


O certo é que até agora ninguém sabe onde essa gestão “sururu de capote” vai parar. Sabe-se apenas que o serviço postal amarga as consequências da inoperância, da letargia, da ineficiência e da falta de hombridade para se largar o osso e passar a bola (não a da infância, mas a da vez) para quem realmente leve a empresa a sério e comece a trabalhar.


Quanto ao registro de ponto, o gestor não deveria, mas pode facilmente improvisá-lo numa folha A4, pois com cartão ou sem cartão, o trabalhador sempre estará na luta diária pronto para salvar a empresa.

Difícil mesmo é emplacar uma administração séria que atenda as necessidades do povo e ofereça condições de trabalho para todos. Por essas e outras, no cartão de ponto da gestão o que mais se percebe são os carimbos de falta.

Fonte:

Comentários

  • 22/08/2018 08:06:28 Sofredor

    Me envergonho de ter um superintendente como esse no meu estado.

  • 23/08/2018 12:50:57 João e Maria

    É a velha e podre politicagem dos incompetentes.

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas