25/06/2019

Sintect-AL apoia greve dos jornalistas

Empresários ameaçam categoria impondo redução salarial

 

 

 

O Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos em Alagoas apoiou na manhã desta terça-feira (25) a greve dos Jornalistas contra a proposta de redução salarial nas negociações coletivas da categoria. As paralisações ocorreram em Maceió e Arapiraca e contaram com o apoio das lideranças ecetistas da capital e interior.


Em Maceió a concentração da greve ocorre em frente ao Sistema Pajuçara de Comunicação e conta com profissionais de diversos setores da imprensa alagoana. Já em Arapiraca, as manifestações foram na Praça Luiz Pereira Lima, em frente ao prédio da sucursal das Organizações Arnon de Mello, gestora da TV Gazeta, Jornal Gazeta de Alagoas e de várias rádios e portais de notícias no estado.

 

Durante as manifestações, os jornalistas receberam o apoio da população que ao transitar pelos locais expressava todo o respeito e solidariedade aos trabalhadores.

 

As Organizações Arnon de Mello e o Sistema Pajuçara de Comunicação lideram o movimento para reduzir em 40% o piso salarial dos jornalistas precarizando as relações trabalhistas e salariais além de desvalorizar o imprescindível trabalho dos profissionais da Imprensa em um momento tão obscuro da política e da economia nacional.


Defendendo a luta da classe trabalhadora, o Sintect-AL estará sempre ao lado dos companheiros jornalistas ao tempo em que também pede apoio contra a privatização dos Correios.

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas