10/09/2019

Sintect-AL se reúne com prefeitos alagoanos para discutir privatização dos Correios

 

 

 

 

A diretoria do Sintect-AL se reuniu na manhã desta segunda-feira (09) com diversos prefeitos na sede da Associação dos Municípios Alagoanos - AMA - para tratar do processo de privatização dos Correios e de suas consequências para a população e para os municípios de Alagoas. As apresentações foram realizadas pelos companheiros Alysson Guerreiro e Altannes Holanda, presidente e secretário geral do Sindicato.

 

O objetivo foi sensibilizar os prefeitos e pedir apoio contra a privatização da ECT, além de demonstrar os prejuízos que atingirão a maioria das cidades alagoanas caso a estatal seja vendida e passe para a iniciativa privada.

 

Durante as apresentações das lideranças sindicais os prefeitos foram lembrados de que os Correios, enquanto empresa pública, têm um papel social imprescindível em todos os municípios, a exemplo do transporte e a entrega de vacinas, livros didáticos, urnas eletrônicas, documentos, além da prestação de serviços bancários, acesso a comunicação, entre outros serviços de relevante importância para a sociedade e que estão ameaçados.

 

O presidente do Sintect-AL alertou os prefeitos dizendo que “as empresas privadas jamais prestarão serviços postais na maioria dos 5.570 municípios brasileiros, pois só irão operar em regiões com grandes possibilidades de lucro e desproverão milhares de cidades do acesso aos serviços bancários e de correio prejudicando a população que ficará sem os serviços postais na maior parte do país e de Alagoas”. Declarou Alysson.

 

Já para Altannes Holanda, “o serviço postal integra o país e possui mais de 350 anos de existência. Com a privatização, o governo federal usurpará uma atribuição constitucional dos Correios prevista em seu artigo 21, inciso X, quando diz que ‘compete a União manter o serviço postal e o correio aéreo nacional’. De modo que, independentemente de os Correios serem rentáveis ou não, é competência da União manter os serviços postais enquanto garantia fundamental da população”. Assegurou o secretário geral do Sintect-AL.

 

Durante o encontro, os prefeitos receberam uma carta circular do Sindicato e um manifesto onde assinaram em apoio à luta dos ecetistas por uma empresa pública e de qualidade, se declarando contrários à privatização dos Correios e reconhecendo o papel social imprescindível da estatal.

 

Enquanto isso, contamos com seu apoio para juntos oferecermos um serviço de excelência ao cidadão, além de fortalecermos a luta por uma empresa pública e uma vida melhor para todos.

 

É o Sintect-AL na luta incansável contra a privatização dos Correios, a retirada de direitos e a demissão de milhares de pais e mães de família em todo o país.

 

 

 

 

ARQUIVOS ANEXOS:
Fonte:

Comentários

  • 11/09/2019 10:41:45 ANTONIO MARTINS

    Excelente iniciativa.

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas