11/09/2019

É GREVE!!!

 

 

Aproximadamente duzentes ecetistas compareceram a Assembleia realizada na noite desta quarta-feira (11) e decidiram cruzar os braços por tempo indeterminado até os Correios recuarem da intenção de extinguir direitos da categoria visando a privatização dos Correios.


De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos em Alagoas (Sintect-AL), Alysson Guerreiro, os trabalhadores pediram que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) mediasse a manutenção do acordo coletivo vigente, mas a empresa se retirou da negociação.


Em entrevista ao site do Sintect-AL, Alysson Guerreiro, declarou que os trabalhadores não estão pedindo muito, apenas a reedição do último acordo coletivo e o fim do projeto de extinção do que sobrou de benefícios para os trabalhadores. “Entendemos que estes ataques a nossos direitos não são porque a empresa não tem dinheiro, pois pensamos que ela tem já que vem dando lucro. Atacam a categoria e precarizam nossos salários e benefícios somente para tornar a estatal atrativa para a privatização e a consecutiva demissão de milhares de trabalhadores. Mas, vamos lutar com todas as forças para que isso não aconteça e a população não seja prejudicada com a mercantilização e o fim dos serviços postais. É nosso direito constitucional e jamais abriremos mão dele". Declarou Alysson.


Neste momento, a área operacional está completamente parada e durante o dia, os trabalhadores se concentrarão em frente à agência central da ECT, na Rua do Sol, Centro de Maceió e no Centro de Logística da empresa, localizado no Distrito Industrial.

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas