14/11/2019

Comitê em defesa dos Correios mantém a luta contra a privatização

 

     Conforme anunciado anteriormente, desde o último dia 15 foi instalado em Brasília o Comitê em Defesa dos Correios público, de qualidade e a serviço do Povo Brasileiro. O comitê é responsável para organizar a luta contra a venda dos Correios e tem 04 membros de cada federação, além de 01 representante de cada sindicato.

     O lançamento contou com a participação do companheiro Givaldo Gomes do Sintect/AL e diversos companheiros de vários sindicatos de todo o país. No dia seguinte, o  Comitê já teve sua primeira tarefa que foi acompanhar a tramitação da proposta de fidelização do serviço de Correios, que foi aprovado numa comissão da câmara dos Deputados.

     Durante este período, os companheiros presentes em Brasília tem feito atos, visitas aos parlamentares, conversas/entrevistas com jornalistas, entrega de cartilha em defesa dos Correios, entre outras ações.

     Na próxima semana o Sintect/AL estará enviando o companheiro Flávio Ribeiro para compor o comitê. Conforme planejado, está havendo um revezamento entre os membros dos sindicatos para que haja eficiência no funcionamento e organização da luta contra a privatização em Brasília.

 

Próximos passos do comitê:

 -12/11 a 06/12 - Visitas e entregas do material aos parlamentares; Conversas e informações aos parlamentares subsidiando-os acerca da importância de manter os Correios como empresa pública; Agendamento de reuniões junto aos gabinetes das lideranças dos Partidos Políticos, Oposição e do Governo; Viabilizar junto à Frente Parlamentar em Defesa dos Correios o agendamento de reunião com o Presidente da Câmara Federal e do Senado Federal;
- 17 a 18/11 – Envio dos representantes dos Sindicatos para comporem o Comitê Nacional em Defesa dos Correios;
-18 a 19/11 - Reunião da Frente Ampla em defesa dos Correios (FENTECT, FINDECT, ADCAP, FAACO, etc.);
- 27/11 - Ato Nacional em Defesa dos Correios Público, dos Direitos e da Geração de Renda e Emprego.

 

Nos Estados:

✔ 11 a 14/11 - Envio aos sindicatos dos arquivos com material da campanha para impressão;
✔ 18/11 a 06/12 - Intensificar a Coleta de assinaturas do abaixo assinado (feiras, rodoviárias, comércio, shoppings, nos interiores dos Estados; nos metrôs e etc.);
✔ 18/11 a 06/12 - Visitas às Câmaras Municipais e as Assembleias Legislativas dos Estados, com o objetivo de organizar audiências públicas, produção de moções em apoio aos Correios como empresa pública e entregar o material aos parlamentares nos Estados, com Conversas e informações aos mesmos, subsidiando-os acerca da importância de mantermos os Correios como empresa pública;
✔ 19 a 28/11 - Promover adesivaço junto à categoria, familiares, amigos e à sociedade em geral;
✔ 21/11 - Ato nos Estados em defesa dos Correios como empresa Pública;
✔ 09 a 13/12 - Envio de mais assinaturas do abaixo assinado e das moções à FENTECT.

 

O comitê também reafirma a necessidade dos sindicatos intensificarem a Coleta de assinaturas do abaixo assinado (feiras, rodoviárias, comércio, shoppings, nos interiores dos Estados, nos metrôs e etc.) e que promovam visitas às Câmaras Municipais e as Assembleias Legislativas dos Estados com o objetivo de organizar audiências públicas e produção de moções em apoio aos Correios como empresa pública.

O Sintect/AL reafirma a importância da participação de todos os trabalhadores nesta luta, que demanda recursos e disponibilidade de cada um quando for necessário, nas assembleias, atos e convocações do Sindicato. 

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas