24/02/2020

Agências postais do interior sofrem com calor insuportável

Agência Postal de Messias - Foto: web

 

Condicionadores de ar quebrados são vergonha para a ECT

 

 

Em visita as agências postais do interior, o Sintect-AL tem se deparado com o descaso da Superintendência Estadual dos Correios em Alagoas. Os municípios de Ibateguara, Messias e Satuba são a prova do quanto a estatal está abandonada e prejudica o povo alagoano.

 

Com os condicionadores de ar quebrados as portas das agências precisam ficar escancaradas comprometendo a segurança enquanto funcionários e clientes são submetidos a condições degradantes de trabalho e de atendimento.

 

O problema persiste há meses e até agora nenhuma solução apesar das inúmeras ordens de serviço que estas agências já emitiram pedindo não apenas providências, mas literalmente socorro em razão do que está acontecendo.

 

O descaso é total com clientes reclamando a toda hora e ameaçando não voltar mais às agências. A insatisfação destrói a imagem da ECT em Alagoas e enterra uma credibilidade construída a décadas com o suor de todos os trabalhadores. Deficitária no estado, a empresa ainda se dá ao luxo de perder clientes e receita em razão da incompetência da Superintendência Estadual.

 

Para piorar, a solução amadora encontrada pela área técnica dos Correios é vasculhar no antigo almoxarifado para ver se encontra alguma peça velha que permita consertar os ar condicionados. Porém, o grau de abandono numa estatal que está entregue às baratas é tão grave que nem com peças velhas a Superintendência resolve o problema.

 

Enquanto isso, os companheiros que trabalham nestas agências, muitas vezes são obrigados a encerrar o atendimento antes do horário programado porque ninguém suporta permanecer num setor insalubre em razão de tanto calor.

 

O abandono vergonhoso transcende a falta de respeito em meio a negligência que impera nos Correios de Alagoas. Falar na administração do superintendente estadual por estas bandas é o mesmo que contar uma piada, de mau gosto e sem graça, é claro!

 

Portanto, após o carnaval, o Sintect-AL fará as denúncias necessárias nos órgãos externos fiscalizadores das condições de trabalho dos ecetistas. Aguardem a visita!

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas