03/03/2020

Sintect-AL convoca ecetistas para assembleia nesta terça-feira

 

 

O Sintect-AL convoca os ecetistas para participar da assembleia geral desta terça-feira (03), em sua sede administrativa, localizada na Rua Ceará, 206, Prado. O encontro será de enorme importância para que a categoria decida coletivamente sobre as próximas ações na defesa do direito a assistência médica. Neste momento em que a cúpula da ECT tenta expropriar os trabalhadores deste direito essencial para a preservação da saúde de todos, a ameaça da privatização continua sendo o principal projeto do Ministério da Economia.


Até agora o direito a assistência médica, enquanto conquista histórica, se encontra sub judice no Supremo Tribunal Federal com a empresa fazendo de tudo para acabar de vez com essa conquista da categoria. A meta desumana da administração nacional dos Correios e do governo federal é convencer o STF a autorizar a cobrança impagável de mensalidades e compartilhamentos inviabilizando a assistência médica nos Correios. Afinal, beirar os 100% de descontos liquida a permanência de milhares de trabalhadores na Postal Saúde e joga ecetistas e dependentes na precariedade do SUS.


Outro ponto de pauta será a continuidade da luta contra a privatização. Já circula na imprensa e nos bastidores que a meta do Ministério da Economia é privatizar a ECT até o final de 2021 e, consecutivamente, levar dezenas de milhares de trabalhadores à rua da amargura pela demissão em massa.
Portanto, para barrar estas atrocidades contra nossa categoria é necessário que cada ecetista compareça na assembleia geral desta terça-feira, as 19 horas, para que juntos possamos encontrar caminhos que barrem tudo o que está acontecendo contra os trabalhadores dos Correios. Chegou a hora de mais uma vez dizer não para o crime que estão cometendo contra os ecetistas e seus familiares lotando nossa assembleia e deliberando novas ações na defesa dos trabalhadores.


Dentre os pontos de pauta está a aprovação da greve por tempo indeterminado para pressionar a presidência nacional dos Correios a mudar sua postura de ataques contra a categoria e demonstrar ao STF que os ecetistas estão unidos para defender as conquistas dos últimos trinta anos de luta da categoria.


Nenhum Direito a Menos. Assistência Médica Justa e um Correio Público de Qualidade!

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas