10/03/2021

Companheiro(a)s do CDD Carlos Olímpio protestam por condições de trabalho

 

 

Os trabalhadores do CDD Carlos Olímpio protestaram contra as péssimas condições de trabalho no setor. O ato serviu para pedir socorro a gestão nacional dos Correios, já que a Superintendência Estadual abandonou definitivamente a empresa e os ecetistas em Alagoas passando a existir apenas no papel.


Dentre os vários problemas no Carlos Olímpio, um dos mais graves é o da climatização. Dos dez ar condicionados existentes, apenas dois funcionam de modo satisfatório enquanto três apenas ventilam e cinco se encontram completamente quebrados. Com isso, o calor é absurdo no setor enquanto os trabalhadores aguardam o milagre que faça o superintendente resolver o problema. Para piorar, esquecido de que tem a obrigação de bem administrar a empresa, Edmilson Bezerra ignora a situação de caos nos Correios de Alagoas e espera apenas chegar o seu substituto para entregar uma empresa pior do que a que recebeu quando assumiu a função.


O fato é que os ecetistas, em especial, os companheiros e companheiras do CDD Carlos Olímpio, não aguentam mais a situação de abandono a qual estão relegados e prometem novos protestos caso a situação não seja resolvida.


O Sintect-AL vem buscando de todas as formas ajudar na solução dos problemas que afetam os ecetistas no estado. Inclusive já pediu várias reuniões com a Superintendência para tratar destas questões e os pedidos sempre foram negados. Atualmente, nem ligação do Sindicato vários gestores estão atendendo.


É provável que haja uma orientação deliberada para não mais tratar os assuntos de interesse dos ecetistas com as lideranças sindicais. Portanto, falta inteligência e preparo de quem se nega ao diálogo para entender que o desrespeito não é apenas com uma ou outra pessoa especificamente, mas com toda a categoria representada pela instituição sindical.


Tal fato é uma demonstração de que jamais existiu espírito público na atual administração dos Correios em Alagoas. Esquecem eles que, enquanto gestores pagos pelo contribuinte, todos tem a obrigação funcional de ouvir e atender as reivindicações seja de um cidadão, seja do sindicato. Qualquer postura diferente disso é a prova de que essa turma continua prestando um desserviço e aniquilando qualquer espírito republicano dentro dos Correios.


Por fim, esperamos que os companheiros e companheiras do CDD Carlos Olímpio sejam atendidos e que, o mais rápido possível, tenhamos uma nova administração pautada no diálogo e no respeito aos trabalhadores.

Fonte:

Comentários

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas