16/05/2019

CDD Maceió volta a ficar às escuras

 

 

O Sintect-AL denunciou neste site, no mês de fevereiro deste ano, que devido a gambiarra na rede elétrica do CDD Maceió, localizado no bairro do Reginaldo, o setor havia ficado totalmente às escuras e deixado os trabalhadores preocupados.


Na manhã desta quinta-feira (16) o problema voltou a acontecer e, mais uma vez, um curto circuito praticamente queimou o quadro de energia da unidade de distribuição e deixou os trabalhadores sem eletricidade para trabalhar.


A reincidência, é uma prova de que a administração da ECT em Alagoas parece não aprender com os próprios erros ao não fazer corretamente o serviço de manutenção da rede elétrica do prédio após o incidente de fevereiro.


Mais uma vez os trabalhadores ficaram literalmente “na mão” e assustados com um novo curto circuito que de tão forte fez a tampa do quadro elétrico voar a metros de distância do local.


Diante da repetição deste sinistro, o Sintect-AL reafirma o que já foi dito na matéria disponível em http://www.sintect-al.com.br/mostra_noticia.aspx?cod=2952 lamentando o ocorrido e pedindo maior cuidado aos Correios na contratação de empresas ou profissionais que irão construir ou reformar suas unidades de trabalho.

 

Para isso, há uma gerência na própria ECT responsável para fiscalizar os serviços executados e acompanhar as condições de funcionamento das instalações, inclusive de uma rede elétrica que já foi reparada recentemente e voltou a queimar possivelmente em razão de um serviço mal feito.

 

Seguir a NBR 5410 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o mínimo para que incidentes como este não ocorram diversas vezes e tragédias sejam evitadas.

 

Fica novamente a dica para não expor os trabalhadores ao risco de acidentes. Até porque, mais grave que a gambiarra na rede elétrica do CDD Maceió é a gambiarra administrativa da ineficiente Superintendência Estadual.

 

Esta gambiarra é muito mais preocupante porque não queima apenas fios, queima também a reputação e a história de uma empresa construída ao longo dos anos por quem agora fica no escuro do descaso e do desleixo de quem não tem a mínima condição de conduzir os rumos dos Correios em Alagoas.

 

 

 

Confira nas imagens abaixo como ficou o quadro de energia:

 

 

 

ARQUIVOS ANEXOS:
Fonte:

Comentários

  • 17/05/2019 10:31:22 João e Maria

    O Superintendente não quer trabalhar, aliás, acho que ele nem sabe o que é isso. A empresa paga, e paga muito bem para manter um incompetente como Superintendente de uma Regional que precisa melhorar muito. Então, General, onde está você, com as suas falsas falácias? Já não passou da hora para exonerar esse Superintendente incompetente? Vamos aguardar, até quando?

Comente esta notícia:
Nome:  
Comentário:    
Compartilhe esta notícia:
Seu Nome:
Nome Destinatário:
Email Destinatário:
Informe o número que aparece na imagem ao lado  
Rua Ceará, 206 Prado
57010-350
Maceió - Alagoas